domingo, 11 de novembro de 2012

Nas Profundezas Poéticas da Creche Municipal Sylvia Orthof


"Como pode um peixe vivo viver fora d'água fria..."

Na turma E.I.40, os peixes vivem fora da água e dentro da imaginação da professora Rose Kerly que utilizou CDs nas atividades com as crianças. Estes e muitos outros objetos, deixaram o uso convencional para dar um toque translúcido aos peixes e muitos outros personagens que habitam o fundo do mar. Mais uma criação com sucata que tem como objetivo a sustentabilidade, uma das vertentes do nosso PPA.
Aquário feito pela turma E.I. 40 com embalagem de maçã, CDs inutilizados e folhas de revistas



O AQUÁRIO

 RECICLANDO NAS PROFUNDIDADES DO MATERNAL I     
  •  ATIVIDADE: AQUÁRIO CONSTRUÍDO COM MATERIAIS NATURAIS E RECICLADOS (CDs, PAPELÃO DE CAIXA DE CEREAIS, FOLHAS DE REVISTAS COM MOTIVOS DE MAR E PRAIA, AREIA, SUPORTE DE PAPELÃO DE FRUTAS E PEDRAS).



·         OBJETIVO: CONHECER O ECOSSISTEMA MARINHO, ALÉM DAS ESPÉCIES QUE O HABITAM, HÁBITOS DOS ANIMAIS, ALIMENTAÇÃO ETC; SENSIBILIZAR PARA A IMPORTÂNCIA DA PRESERVAÇÃO DESSE MEIO AMBIENTE E DO APROVEITAMENTO DE MATERIAIS, BEM COMO, O ENVOLVIMENTO COM O TEMA PRINCIPAL DO PPA DA UNIDADE QUE É A SUSTENTABILIDADE.


       Da Sustentabiidade à profundidade...Será que existe Sereia?!... Temos certeza da Baleia...



A BALEIA
  • ATIVIDADE: A IDEIA DA BALEIA DO MATERNAL I SURGIU QUANDO AS CRIANÇAS  PENSAVAM A RESPEITO DO SEU TAMANHO. UTILIZANDO JORNAL, FOI MONTADO UM GRANDE PAINEL. NELE, AS CRIANÇAS VIVENCIARAM NOÇÕES MATEMÁTICAS DE PROPORÇÃO AO UTILIZAREM SEUS CORPOS NA CRIAÇÃO DO CONTORNO DO CORPO DA BALEIA. AS HIPÓTESES LEVANTADAS PELAS CRIANÇAS FORAM REGISTRADAS
  • OBJETIVO: PROPORCIONAR NOÇÕES MATEMÁTICAS DE TAMANHO, QUANTIDADE E DIMENSÃO CORPORAL TENDO COMO PANO DE FUNDO A SUSTENTABILIDADE. 

         Os pequenos perceberam que é preciso muitas crianças para formar o tamanho da baleia








Sr, Evandir expõe a última parte da arte...







"E ainda no "fundo do mar"...
No Maternal II, A ideia agora é letrar!!!"


                   



                               



          "Segura, segura, na corda do caranguejo..."

                         





                                Thayná na fase pré-silábica segundo Emilia Ferreiro












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário